string(4) "1030" string(4) "1074" string(4) "1034" string(4) "1067" string(4) "1073" Lisboa - Estrela, Lapa e Doca de Alcântara

Planícies do Alentejo, ALENTEJO

DESTINOS
Página Inicial / Destinos / / Lisboa - Estrela, Lapa e Doca de Alcântara
PROGRAMAS DESTINOS
pesquisa avançada   
LISBOA - ESTRELA, LAPA E DOCA DE ALCÂNTARA
BASÍLICA DA ESTRELA
É o mais belo monumento do século XVIII em Lisboa. É inspirada tanto no barroco de Roma como no do Convento de Mafra. No entanto também apresenta linhas neoclássicas, sendo assim uma obra de arte que reúne as duas tendências.
A fachada, que dá para um dos mais aprazíveis jardins de Lisboa, é magnificente e coerente. É coroada por um frontão, e por duas torres sineiras. O zimbório eleva-se sobre o cruzeiro (entre a nave e o transepto) com grande beleza clássica e católica. A fachada possui ainda várias esculturas de santos e figuras alegóricas. O interior é amplo, com mármores trabalhados e pinturas, salienta-se a existência, numa sala da basílica, de um fabuloso presépio com mais de 500 figuras de cortiça e terracota. (Largo da Estrela. 08h00-13h00 e 15h00-19h00)
MUSEU DO ORIENTE

Um dos mais recentes museus de Lisboa, alberga duas exposições permanentes: Presença Portuguesa na Ásia e Deuses da Ásia. A primeira é constituída por objectos artísticos e documentais, como biombos chineses e japoneses dos sécs XVII e XVIII, peças de arte nambam e peças de porcelana brasonada da Companhia das Índias. A segunda colecção inclui trajes, marionetas, máscaras, objectos rituais, jogos e estátuas que contam lendas e crenças de toda a Ásia. A programação deste Museu inclui ainda espectáculos de música, dança, sessões de cinema, conferências e outros. Tem uma cafetaria onde pode tomar refeições ligeiras. (213 585 200. Av Brasília, Doca de Alcântara Norte. 10h00-18h00; 6ª feira: 10h00- 22h00; fecha terça-feira)

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Instalado num palácio do século XVII, muito perto do rio Tejo e de Santos, é essencialmente uma grande pinacoteca dos séculos XIV ao XIX, embora tenha também espólio de escultura e de ourivesaria das mesmas épocas.
Nele está exposto o quadro mais importante de Portugal e um dos melhores do século XV europeu. Trata-se de um políptico de grandes dimensões, chamado "Painéis de S. Vicente de Fora" que constitui um documento único das fisionomias e indumentárias dos portugueses de 1450. O que é curioso é que aquelas caras, de todos as formas e feitios,  são as mesmas que vemos a circular nas ruas fora do museu.
Mas, ainda dentro do Museu, podemos apreciar obras da Escola Flamenga, Italiana, Alemã, Francesa e Inglesa. Destacam-se "As tentações de Santo Antão" de Jerónimo Bosch, e um "S. Jerónimo" de Albrecht Dürer.  Tem loja e livraria. Possui ainda um café intimista num jardinzinho com umas estatuetas, os pardais pululam nas árvores e respira-se o ar puro dos jardins tranquilos (213 912 800. R das Janelas Verdes. 4ª feira a domingo: 10h00-18h00. 3ª feira: 14h00-18h00. Fecha 2ª feira. €4. Entrada grátis domingos e feriados até às 14h00).

PROGRAMAS RELACIONADOS
desde  € 535
desde  € 1710